Sábado, 5 de Junho de 2010

Amor é fogo que arde sem se ver

há muito tempo que eu oiço dizer

e ainda não sei se hei-de acreditar

o fogo queima, sinto o corpo arder

é dor que sinto, nada disto é prazer

por amor ninguém merece queimar

 

Amor é fogo que arde sem se ver

mas eu vejo o meu coração arder

e a minha alma está a acompanhar

esta dor estou decidido a combater

não vejo quem me possa socorrer

e este incêndio consiga apaziguar


tags:

publicado por manu às 23:59 | link do post | comentar

3 comentários:
De poetaeusou a 8 de Junho de 2010 às 12:42
*
o afogueado amor,
só o amor o pode amainar !
,
quentes conchinhas, deixo,
,
*


De manu a 9 de Junho de 2010 às 00:37
Poeta! Obrigado pelo comentário e pelas conchinhas. Abraço.


Comentar post

mais sobre mim
Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28


posts recentes

Meu Amor Meu

Pecado

Fogo que arde

Coração embalsamado

Lógica humana

Deixamos fugir os dias

Parcela de um Todo

Ando por aí

Tudo pode ser útil

Quero...

arquivos

Fevereiro 2011

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

tags

poesia

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds