Sexta-feira, 6 de Novembro de 2009

O céu luminoso do dia e radioso pelo Sol que brilha. O céu escuro está rendilhado de branco dos astros iluminados pelo mesmo Sol que até a Lua ilumina sem ninguém ver.

- Ora! E nós, quantas vezes pensamos algo que, bem vistas as coisas, não é mais que ledo engano…

- E que só mais tarde, por vezes demasiado tarde, verificamos não ser nada semelhante ao que pensámos e que decidimos em conformidade.

- Então que fazer? Deixamos de pensar e decidir em relação às coisas?

- Olha ali, parece uma chuva de luz, que poderia ser de estrelas ou cometas ou outrossim… Como saber, agora, o que é, sem os instrumentos necessários?

- Porque…?

- Porque a luz que hoje vemos mais não é que o reflexo de algo que já foi, já aconteceu há muitos e muitos anos antes. Hoje a realidade, naquele lugar, pode e deve ser completamente diferente do que nos aparece agora à vista desarmada.

- Porque…?

- Porque tem a ver com a velocidade e a propagação da luz no espaço até ser possível a sua visão da Terra a olho nu.

- Então…?

- Então tudo pode ser ilusão, neste momento, e poderemos mal ajuizar precisamente por essa aparência.

- Então…?

- Então podemos analisar os acontecimentos, formar os nossos ideais de ética, mas não devemos julgar nem culpar, mas ter pensamentos cristãos e, se for da nossa fé, pedir a Deus por essas vítimas de engano ou infortúnio conforme nos parecem ser.

- Tudo se passa como no céu que vemos?

- A Natureza pode ser nosso espelho e é nossa sobrevivência física e mental, se deixarmos.



publicado por eva às 19:27 | link do post | comentar

5 comentários:
De manu a 7 de Novembro de 2009 às 18:36
Olá Eva! Quantas vezes não vamos no engodo das aparências e acabamos enganados. Belo texto. Beijo.


De eva a 8 de Novembro de 2009 às 18:15
Obrigada


De poetaporkedeusker a 11 de Novembro de 2009 às 15:34
Mais um blog que eu, na minha já proverbial distracção, ia deixando passar... como se pode acrescentar um post aos favoritos? Este é-me particularmente querido!
Abraço GDE!


De eva a 13 de Novembro de 2009 às 18:31
Olá, Poeta! Ainda bem que é distraída pois não há tempo e cabeça que chegue para tudo. Este foi um desafio que decidi aceitar pois pareceu-me que, após declinar uns quantos, me arriscava a uma certa deselegância para com tanta amabilidade deste mundo da blogosfera. Relativamente aos favoritos, o que costumo fazer é carregar onde diz link do post com o botão direito do rato e adicionar aos favoritos.
Obrigada
Abraço GRD


De poetaporkedeusker a 16 de Novembro de 2009 às 17:55
Costuma haver um outro link, para os favoritos, mas vou tentar conforme sugeriu! Eu já fui indelicada com imensas pessoas mas já tenho as minnhas horas online mais do que preenchidas! Não conseguiria fazer mais, neste momento...
Abraço GDE!


Comentar post

mais sobre mim
Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28


posts recentes

Meu Amor Meu

Pecado

Fogo que arde

Coração embalsamado

Lógica humana

Deixamos fugir os dias

Parcela de um Todo

Ando por aí

Tudo pode ser útil

Quero...

arquivos

Fevereiro 2011

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

tags

poesia

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds